domingo, 3 de julho de 2011

The Dutch connection


Cá na terra já sabíamos que o recorde a bater com o Todos a Fátima era da Holanda e que o dito já tinha quase 10 anos, mas por mais que procurássemos dados sobre ele, não tínhamos conseguido chegar muito longe nas nossas buscas. Isso até agora porque há dois dias atrás fomos contactados pelo clube holandês de motos antigas Bromvliegers (As Máquinas Barulhentas) e ficámos a saber um pouco mais do assunto. O clube é um dos maiores da Holanda de motorizadas e organiza todos os anos um encontro/feira de "senhoras" nas ruas da pequena cidade de Zijtaart, no sul da Holanda. Normalmente o evento conta com cerca de 600 motorizadas (o video junto é do encontro de 2009 o qual terá tido, sensivelmente, esse número de participantes), mas há uns anos atrás organizou-se para bater o recorde do mundo e conseguiu-o, com a marca de 1237 máquinas. Segundo a missiva que nos foi enviada, a ideia do recorde já existe há bastantes anos e tem andado sempre pela Europa Central, sobretudo entre a Holanda, Bélgica e Alemanha Ao que parece existe até um troféu que fica à guarda da entidade que tem o recorde, o Bromvliegers tendo-se já disponibilizado para o fazer chegar a Portugal logo que os trâmites de homologação do recorde português pelo Guiness estejam tratados. Se tudo correr como esperado, dentro de dois a três meses, ele, teremos todas as aprovações guinessianas e o mesmo poderá "meter-se no avião" e vir para cá. E se tal acontecer, fica já a promessa que ele não vai ficar a ganhar pó dentro de nenhum armário. É nossa intenção, que ele dê uma volta pelo país, ficando aí umas duas semanas à guarda de todos os clubes e associações de "senhoras" que participaram no Todos a Fátima e mostrem interesse nisso.

Sem comentários:

Publicar um comentário