sábado, 16 de janeiro de 2010

A Vincent de fato de banho


Após uma análise mais detalhada dos resultados do leilão de motos antigas que teve lugar em Las Vegas há uns dias atrás, e dos quais espero falar numa das próximas Dmcs, descobri que a moto mais cara que foi a leilão foi uma Vincent Black Lightning do final dos anos 40. Foi levada à praça por 240.000 dólares, 170.000 euros, mas não foi vendida por não ter obtido a licitação mínima. Não obstante isto, fiquei surpreendido pelo valor que a moto terá - já num leilão da Bonham's, no ano passado, a moto mais cara tinha sido uma Vincent - e fui investigar um pouco a história desta "senhora". Pois ao que parece esta Black Lightning era um avião na época. Só fabricada por encomenda, e montada toda à mão, tinha um motor bicilíndrico de 1000cc, quadro em alumínio prensado, comandos "descaídos", aros e outras peças em magnésio, e era considerada na altura uma das senão a moto mais rápida do mundo. E se já era famosa, e bastante cara para a época, ainda ficou mais famosa pela tentativa bem sucedida o piloto norte-americano Rollie Free de bater o recorde norte-americano de velocidade no deserto salgado de Bonneville. Depois de já ter alcançado a média de 239 kms/hora em duas tiradas, o que lhe dava o recorde, Rollie quis ainda fazer uma última tentativa e para reduzir ainda mais o já de si bastante baixo peso da moto - cerca de 150 Kgs - tirou toda a roupa que tinha e ficou só em fato de banho. Deitou-se todo na moto e fez o percurso nos dois sentidos com a ajuda de uma marca de tinta preta pintada propositadamente no chão para o guiar. O resultado foi que conseguiu ainda aumentar o recorde para 241 kms/hora. A foto que documenta o feito deu na altura a volta aos Estados Unidos e a Vincent ficou carinhosamente conhecida como "a moto de fato de banho"!

Sem comentários:

Publicar um comentário