sábado, 27 de fevereiro de 2010

O outro ovo de Colombo da BM


A vida de todos os construtores de motos, tanto os que ainda cá estão como os que já se foram, inclui altos e baixos. Inclui invenções e decisões de investimento que vingaram porque eram o produto certo na hora certa e outras que não vingaram, ou não vingaram tão bem. No caso da BMW, o seu momento mais alto foi sem dúvida a concepção, há quase 90 anos arás, do motor boxer de dois cilindros deitados longitudinalmente, o qual, com ligas de metal cada vez mais leves no seu fabrico, e electrónica por tudo quanto é lado, ainda hoje se fabrica. Mas ele não é único. Um outro grande marco da marca foi o desenvolvimento da R25 de 250cc pouco tempo depois do fim das hostilidades da segunda guerra mundial e quando a Alemanha estava proíbida pelas potências vencedoras, de produzir moto de cilindrada maior que um quarto de litro. Tanto por isso como também porque ainda há umas quantas R25 em Portugal, a Dmc resolveu fazer dela a capa da Dmc 21 (não esta que está para sair, e que é sobre a EFS Formula I, mas a da próxima edição da revista). Se sabe dalguma, se sabe de alguma história de alguma, ou se sabe da foto de alguma dos tempos do antigamente, contamos consigo!

Sem comentários:

Publicar um comentário