segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Benvinda ao clube!

De há um ano para cá, é raro o encontro dominical de motos da Avenida Brasil, em Vila do Conde, não contar com uma ou duas motorizada clássicas. Ou três, ou quatro. Ou até mais. A bem da verdade, por vezes chegam a juntar-se lá até bem mais, as quais até têm um canto reservado, ou quases, junto à chamada "curva do castelo". No fim de semana passado, no entanto, estava lá uma cara simpática que era a primeira vez que ia ao encontro, pelo menos numa moto antiga. E como é mulher - chama-se Ilda - é claro que deu nas vistas. O culpado dela estar nestas coisas, veio a saber-se, é o marido, o António. O bom do António não ligava nada para motos antigas mas há um ano deu-lhe a "febre" e de então para cá já comprou duas Floretts e outras máquinas clássicas., tudo de 50cc. Como boa esposa que é!, a Ilda gostava de acompanhá-lo mas como não tem qualquer experiência de andar de moto não queria fazê-lo em máquinas demasiado complicadas. Vai daí o Jorge pôs-se à procura de uma "senhora" com mudanças automáticas e no começo do mês apareceu-lhe a Mobylette da foto, em excelente estado de conservação. Comprou-a, fez uma pequena revisão nela e a Ilda fez questão de já o acompanhar a Vila do Conde,neste fim de semana, na sua "montada". Grande Ilda.

Sem comentários:

Publicar um comentário