quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

O primeiro

Quando aqui há umas semanas atrás estava a preparar o artigo da última MotoClássica sobre os começos da Yamaha no mundo da competição, deparei-me com uma série de fotografias e informações que não tendo directamente a ver com o tema - o qual, com dez páginas, é muito provavelmente o maior artigo histórico feito pela revista desde sempre, uf - pareceram-me na mesma bastante interessantes e esta foto foi uma delas. Trata-se de uma foto de família feita em 1952 por ocasião da abertura oficial do primeiro agente no Japão, e no mundo, da Yamaha. Apesar de até o nome "Yamaha" na frontaria do stand estar escrito em caracteres japoneses, o que o torna ilegível para a maioria de nós ocidentais, as três Yamaha YA-1 - a primeiro modelo da marca - que se podem ver do lado direito da foto e onde é possível ver o tridente no depósito não deixam margem para dúvidas. Terão sido das primeiríssimas a sair das linhas de produção da Yamaha e caso alguma delas ainda seja viva hoje em dia - o que é um grande "se" - valerá uma pequena fortuna. Mas para lá do valor material das máquinas, há um outro detalhe que ainda me parece ainda mais interessante. É o aspecto simples e desprentesioso do stand. Quem diria, na altura, que a marca associada ao mesmo iria tornar-se, em menos de três décadas, no segundo maior fabricante de motos do mundo?

Sem comentários:

Publicar um comentário