terça-feira, 29 de março de 2011

Sozinho, mas acompanhado

Há quem venha de mais longe mas, mesmo assim, de Moura a Fátima ainda são quase 300 quilómetros. Um esticãozão para se fazer numa "senhora", mas nada que assuste o mourense Paulo Camacho que logo que soube do projecto do "Todos a Fátima", se pôs a restaurar esta SIS Sachs V6 Lotus Export para ir com ela a rolar. Até agora Paulo ainda não conseguiu arranjar nenhum conterrâneo que queira ir também a rolar - há um outro grupo de mourenses que vai (Os Aceleras do Alqueva) mas que leva as motos de carrinha até perto de Fátima e depois é que vai por estrada - mas enquanto descobre mais algum e não descobre, já arranjou maneira de não ir sozinho. Na vizinha Serpa, pelo menos 10 membros do Clube Xf de Serpa vão a rolar e Paulo vai com eles. "O que eu gostava mesmo", diz ele, "Era ir com gente cá da terra mas até agora não arranjei mais ninguém e como esta malta de Serpa vai (por estrada) e é boa gente, vou com eles. E tenho a certeza que se isto se voltar a repetir, numa próxima vez já vai vir mais malta de Moura por estrada".

Sem comentários:

Publicar um comentário