quarta-feira, 20 de abril de 2011

A história da Casal do Vasco

Todos aqueles que conhecem a revista desde o seu começo que saberão que quase desde o primeiro número que temos tido a preocupação de divulgar sempre que possível restauros. Nuns casos de grandes máqunas noutros de coisas mais pequenas, mas sempre o mais pormenorizado possível e com algum historial ou sobre o que foi a moto ou sobre como é que ela foi parar às mãos do seu proprietário. Nuns casos só conhecemos as motos "á distância", noutros conhecemo-las de mais perto seja porque tivemos a oportunidade de a ver em "carne e osso", ou, melhor ainda, porque tivemos a sorte de acompanhar o seu restauro. A máquina cujo restauro é retratado na próxima edição é um desses casos. É a Casal K185 de Vasco Santos, um trofense que teve a sorte de crescer num meio onde havia três: a do seu futuro cunhado e as de dois amigos dele. Tinha uma grande admiração pelas motos mas nunca pensou poder vir a ter uma. Mas aconteceu. Com a história dos aumentos constantes no preço dos combustíveis, pensou em comprar uma motorizada para passar ir para o trabalho de uma forma mais económica e lembrou-se da K185 do cunhado, que estava num canto lá da garagem dele. O resultado desta ideia é uma verdadeira obra de arte, tão especial e tão bem restaurada que, escusado será dizer, em vez de ser usada no dia-a-dia, só sai cá para fora muito de vez em quando. Mas que quando sai, dá tanto nas vistas, ou mais, que um Porsche ou um Ferrari!
artigos sobre restauros de motos, scooters ou motorizadas.

Sem comentários:

Publicar um comentário