segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

À procura da Falcão

Na MotoClássica, entre outras coisas, gostamos de nos pôr por aí a xeretar temas nacionais bem velhinhos e um dos que estavam na calha já há alguns meses era a Famel Falcão (sobre a qual estamos a preparar uma ficha para a próxima Dmc, a 29). Para falar a bem da verdade, quando decidimos falar alguma coisa sobre ela sabíamos pouco ou nada deste modelo da Famel, mas pouco a pouco - procura aqui, pergunta dali - a coisa já se foi compondo e neste momento a ficha já tem "cara de gente". Apesar de ter sido produzida em quantidades relativamente pequenas comparado com outras motorizadas nacionais da sua época ou mesmo mais antigas como a Famel Foguete ou a Cruzador, a Falcão é também um marco da história das duas rodas nacionais do final dos anos 50, começo dos 60 e tudo o que já conseguimos e ainda se vier a conseguir desvendar sobre ela é "bué" interessante. A Falcão, porém, não é só interessante por já ser histórica. Ela é rara também. Pelas nossas contas só já há uns 40 a 50 exemplares por aí o que não chega nem a 1% das que se fabricaram ao longo dos cinco-seis anos em que ela esteve em produção!

2 comentários:

  1. TENHO FAMEL FALCÃO PARA VENDA,A MOTA ENCONTRA-SE A TRABALHAR E COM TODOS OS DOCUMENTOS EM DIA,AINDA TENHO O TALÃO DE GARANTIA EMITIDO PELA FÁBRICA DE ÁGUEDA(EMITIDO A 2 DE OUTUBRO DE 1961 COM 6 MESES DE GARANTIA E SELADO COM SELO BRANCO COMPLETAMENTE VISIVEL)TAMBÉM TENHO O LIVRO DE INSTRUÇÕES DO MOTOR QUE VINHA COM A MOTA,

    ResponderEliminar
  2. Aqui fica também o meu contacto,Email:gordo.joaoantonio@gmail.com

    ResponderEliminar