sexta-feira, 14 de maio de 2010

Por uma porta e umas janelas


Desde quinta-feira e até domingo tem sido uma fartazana de motos clássicas. Tudo "culpa" do Por Montes e Vales (PMV) deste ano que me tem levado não só a mim, como a 13 outros apaixonados por estas máquinas, por paisagens de sonho em Portugal e pelas provincias de Cáceres e Salamanca. Mas o PMV não é só rolar e fazer quilómetros (hoje, por acaso, foram mais 300. Com os 300 de ontem, já vamos em 600!). O passeio tem também muito a ver com convivencia com outras pessoas que se interessam por este maravilhoso hobby, seja os participantes do passeio, sejam pessoas com motos clássicas das regiões que vamos atravessando. E um bom exemplo disso, foi um coleccionador de Alcains, serralheiro de profissão, que conheci ontem. O homem já tem um acervo interessante, e não tem parado de comprar coisas novas, sobretudo motorizadas por restaurar. Tem pago por quase todas mas a Pachancho da foto saíu-lhe de graça, ou quase. Descobriu-a num alpendre. A medo foi falar com o dono, e perguntou-lhe quanto queria pela moto. O comprador, que não tinha pensado fazer alguma coisa com a moto, primeiro ficou a pensar mas depois, muito expedito, sugeriu uma troca: a Pachancho por uma porta e umas janelas. Acontece que o nosso homem de Alcains já tinha uma porta com as características que o dono da Pachancho queria pelo que foi tudo uma questão de se marcar o dia para a troca. Desde então a Pachancho passou a ser conhecida na região como a "Pachancho da porta e das janelas".

Sem comentários:

Publicar um comentário