quarta-feira, 26 de maio de 2010

Também sem um parafuso ou outro

A ideia geral que passa para fora das forças motorizadas da polícia é que os seus elementos são todos gente com a cabeça bem arrumadinha e exemplos de bom comportamento mas no íntimo, no íntimo cada vez me parece mais que há uns quantos deles aos quais lhes falta um parafuso ou outro. E este exercício de treinos da polícia montada inglesa numa Triumph com sidecar para a cerimónia de abertura dos jogos olímpicos de 1948 em Londres ainda me deixa com mais certezas sobre isso. O exercício consistiria em - já com a moto em andamento - incliná-la para o lado do piloto, tirar a roda do sidecar, fazer uma graça com a roda no ar, voltar a montá-la e pôr novamente a moto com o sidecar a circular em três rodas. Neste caso concreto, pela posição da roda no ar e a cara assustada do piloto, o exercício talvez tenha acabado com a moto a "aterrar" só com duas rodas no chão mas mesmo que, por milagre, tudo tenha acabado bem, não sei o que será mais maluco nestes exercícios dos amigos guardas. Se os das pirâmides, se uma coisa destas. Felizmente neste caso, como se pode ver pela parte de baixo do sidecar, o mesmo parece estar já adaptado para a eventualidade de aterragens suaves directamente no chão!

Sem comentários:

Publicar um comentário